Suspeito de homicídio é preso menos de oito horas após crime em Três Rios


O suspeito do homicídio de Tiago Pedro Machado Moraes foi preso nesta terça-feira (14). A prisão ocorreu em menos de oito horas após o assassinato. No mesmo dia, o suspeito foi encontrado em casa e confessou o crime.


Ele contou aos agentes que havia discutido com Tiago sobre drogas e que a vítima já havia o ameaçado de morte meses atrás. Segundo a polícia, após a discussão, o suspeito foi até a casa dele, onde tinha uma arma escondida, voltou para onde estava a vítima, atirou e fugiu.

A Polícia Civil informou que a casa onde o autor do crime foi encontrado também havia munições, uma quantidade de cocaína, material para embalar droga e rádios comunicadores. O suspeito foi encaminhado à delegacia e vai responder por homicídio doloso qualificado por uso de arma de fogo. Ele também será enquadrado em tráfico de drogas e posse ilegal de munição.

Sobre o homicídio

Tiago Pedro Machado Moraes, de 35 anos, foi morto a tiros na madrugada desta terça-feira (14), na Avenida Condessa do Rio Novo, no Centro de Três Rios. Segundo a Polícia Militar, denúncias anônimas informaram sobre tiros na localidade. Quando os agentes chegaram, Tiago já havia morrido com dois tiros no tórax.

Em julho de 2015, Tiago, também conhecido como "Gigante", foi preso no Rio, durante a Operação Lapa Presente. Naquela ocasião, Tiago era considerado foragido da justiça, tendo contra ele um mandado de prisão em aberto por roubo, quando também aguardava um julgamento por ter sido acusado de um homicídio.

Na Lapa, reduto da boemia carioca, Tiago foi abordado por policiais que suspeitaram de sua movimentação ao lado de uma mulher. Ao ver a aproximação dos agentes, a mulher fugiu e Tiago ao ser abordado disse que era evangélico e que estava falando de Jesus para os frequentadores daquele tradicional bairro.


Fonte Entre Rios Jornal

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo