Paulo Melo e Albertassi foram soltos por erro do TRF-2. Ex-deputados terão que voltar para prisão


Os ex-deputados Paulo Melo e Edson Albertassi, que foram soltos agora há pouco, não poderiam ter deixado o presídio de Bangu 8 e terão que retornar para a prisão. 

Motivo: o TRF-2 cometeu um erro ao emitir o alvará de soltura e trocou os números dos processos aos quais eles respondem. 


Na quarta-feira, o TRF-2 concedeu um habeas corpus a eles e a Jorge Picciani, no âmbito da Operação Furna da Onça, desdobramento da Lava-Jato Fluminense. No entanto, o trio ainda cumpre prisão preventiva por causa de uma outra operação, a Cadeia Velha.


Ao emitir o alvará da decisão da Furna da Onça, o TRF-2 incluiu de forma indevida o número do processo da Cadeia Velha, como se houvesse uma extensão da decisão a este procedimento também. 


Agora, o TRF-2 emitirá um novo documento para reparar o erro. Edson Albertassi retornará para Bangu 8 e Paulo Melo seguirá para uma unidade que será definida pela Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), onde cumprirá o regime semiaberto, ao qual teve direito no início da semana.


Fonte O Globo

7 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now