Ministro do STJ nega liberdade ao médium João de Deus


O ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Nefi Cordeiro negou em caráter liminar, nesta quinta-feira (28), um pedido de liberdade feito pela defesa do médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus.


Os advogados ingressam, desde dezembro, com habeas corpus e recursos para tentar com que o médium, de 76 anos, responda aos processos em liberdade.

No caso da ação que chegou ao STJ, trata-se de um recurso de habeas corpus negado pelo Tribunal de Justiça de Goiás.


O magistrado entendeu que não caberia tal recurso ao Superior Tribunal de Justiça, pois o mérito do pedido ainda depende de análise de uma turma de desembargadores em Goiás, o que não tem data para acontecer.


João de Deus é acusado pelo Ministério Público de Goiás e pela Polícia Civil de abusar sexualmente de mulheres que frequentavam a casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), onde ele prestava atendimentos espirituais.


Fonte R7

7 visualizações