Justiça condena acusados de roubar e atirar em jovem em Paraíba do Sul


Três acusados de envolvimento na tentativa de latrocínio contra uma jovem em Paraíba do Sul, no Sul do Rio de Janeiro, foram condenados pela Justiça na última terça-feira (26). O caso aconteceu em outubro de 2018.


Segundo a Polícia Civil, Natália Vieira de Castro Silva, que tinha 18 anos na época, foi baleada durante um assalto na Rua 15 de novembro, no Centro. Ela teve o celular roubado e acabou levando um tiro na cabeça.


Ainda de acordo com a Polícia Civil, dois condenados participaram efetivamente do assalto. Segundo as investigações, eles estavam em uma moto quando atacaram a vítima.

Davi Alves da Silva, de 20 anos, era quem pilotava a moto. Luiz Felipe Santana Almeida, de 24 anos, estava na garupa e foi quem atirou na vítima — ele confessou o crime, mas disse que disparou a arma acidentalmente.


Os dois foram presos cinco dias depois do crime, no bairro Habitat, em Três Rios, cidade vizinha, após uma operação na região que ganhou o nome de "Busca Implacável". Eles foram condenados a 19 anos e cinco meses de prisão.


O terceiro envolvido é Yuri da Silva Cassiano, de 22 anos. As investigações apontaram que ele emprestou a moto, e arma e ajudou a planejar o roubo. Ele foi condenado a 17 anos e 10 meses de prisão. O jovem também foi preso na época em que o crime aconteceu.

Todas as sentenças foram expedidas pelo fórum de Paraíba do Sul.


Vítima teve sequelas


Natália ficou em coma induzido durante três dias e recebeu alta mais quatro dias depois. Ela perdeu parte da visão, teve ossos do rosto quebrados e ficou com a abertura da boca limitada. Atualmente, ela faz sessões de fisioterapia para diminuir as limitações causadas pelas sequelas.


Fonte G1

93 visualizações