Coronavírus evolui de forma mais controlada no Brasil, diz estudo


O novo coronavírus está evoluindo de forma mais controlada no Brasil do que em outros países afetados pela pandemia, como China, Itália, Espanha e Estados Unidos. A conclusão está em uma nota técnica de um grupo o é de especialistas da PUC-RJ e da Fiocruz, divulgado nesta quarta-feira (1º) pelo jornal O Estado de S.Paulo.


O documento é do NOIS (Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde), que monitora e faz projeções sobre o desenvolvimento dos casos de covid-19 no Brasil em relação ao resto do mundo.

O crescimento mais lento no número de casos estaria ligado ao fato do país ter se preparado com as medidas de contenção ainda no início da epidemia por aqui. A nota, assinada por 14 especialistas, ressalta, no entanto, que o Brasil tem duas dificuldades na identificação dos casos confirmados de infecção.


A primeira se deve à falta de testes suficientes para se fazer uma ampla sondagem do número de pessoas com a covid-19. A segunda seria a demora na obtenção dos resultados e notificações. A região mais impactada por esses dois fatores seria o estado de São Paulo.


Nesta quarta, o governo federal começou a distribuir os 500 mil kits de testes rápidos importados da China para ampliar a detectação de casos positivos da doença. A remessa é o primeiro lote de uma doação de 5 milhões de unidades.


Segundo dados divulgados no fim da tarde pelo Ministério da Saúde, o Brasil tem 6.836 casos confirmados de coronavírus e 241 mortes provocadas pela doença.


Fonte R7

23 visualizações