Bombeiro perde carteira com todo salário e motorista devolve: "Como cristão, devo ajudar ao próximo


Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, tem vivido dias de violência e medo nos últimos tempos, mas, apesar disso, é da cidade também que apareceu um belo exemplo de honestidade. Na quarta-feira (8), o bombeiro civil Bruno Basália, como de costume, saiu de casa para levar a namorada ao trabalho, no bairro Bonfim. Quando ele voltou, chovia muito e não percebeu que a carteira com todo o salário do mês que tinha acabado de receber e diversos documentos importantes, havia caído no chão.


Bruno chegou em casa e só aí percebeu que a carteira tinha sumido. Subiu na moto e refez todo o percurso duas vezes com a esperança de encontrá-la. Mas ele não achou. “Voltei para a casa e já fiquei pensando: E agora? Como vou fazer para pagar as contas, cursos, etc. Mas sempre passou pela cabeça de que poderia ter a chance de alguém honesto encontrá-la e devolver”, contou.


Em seguida, ele foi à delegacia para fazer o registrado e o orientaram a fazer o boletim de ocorrência pela internet. Horas depois, Bruno recebeu uma mensagem no celular com uma imagem mostrando que o motorista de ônibus Raí Andrade tinha anunciado em um grupo do Facebook e também de WhatsApp que tinha achado uma carteira.


No anúncio, Raí contou apenas que tinha a encontrado com os documentos e não citou nada sobre o dinheiro. “Eu já estava meio desacreditado do meu salário estar junto, mas pensei que menos mal, pelo menos ia recuperar os documentos e não iria ter tanta dor de cabeça, porque dinheiro a gente consegue de novo trabalhando”, relatou.


Quando Bruno chegou ao local marcado com Raí, no bairro Areal, a surpresa: “Ele pediu para eu conferir tudo, estava todos os documentos, todo o dinheiro, até as moedinhas.. não mexeu em nada”, disse todo feliz.


Segundo o relato de Bruno, Raí não quis aceitar uma recompensa por ter encontrado e disse não fez nada demais, que fez apenas o que gostaria que fizessem com ele. “A gente está vivendo em um momento difícil, só acontece coisa ruim, pessoal desejando coisa ruim para o outro, e aí aparece uma pessoa boa”.


“Foi coisa de Deus mesmo, acredito que você fazendo o bem, o bem retorna para você. Graças a Deus essa pessoa que achou teve honestidade de me devolver tudo. Sou muito grato”, finalizou.


'Atitude correta infelizmente virou exceção'


Procurado pelo G1, o motorista de ônibus Raí de Andrade disse que atitude correta infelizmente virou exceção. "Eu não sou melhor do que ninguém em fazer algo simples, o fato é que eu fiz o que tenho o compromisso de fazer como cristão, que é ajudar o próximo", disse o motorista que estava passando com o ônibus, quando viu carteira no chão.


"Parei o ônibus, peguei a carteira, procurei entre os documentos se havia algum telefone de contato e, como não havia, tive a ideia de divulgar nas redes sociais, e logo a informação chegou ao dono", contou.


De acordo com Raí, a sociedade infelizmente toma o errado por certo, mas que tive a oportunidade de mudar o pensamento através do evangelho de Jesus.


Fonte G1

0 visualização