Bandeira tarifária de fevereiro será Verde



Em cumprimento à Resolução Normativa nº 593, de 17/11/2013, desde janeiro de 2015, entrou em vigor o sistema de Bandeiras Tarifárias. Ele é a forma encontrada pelo governo para que a Light e as demais concessionárias do país indiquem aos clientes que a energia consumida foi proveniente de uma fonte diferente da hidrelétrica.


Em geral, quando os reservatórios das usinas hidrelétricas estão baixos, o país utiliza a energia de termelétricas, que é mais cara. Este custo da energia já era cobrado do cliente quando a tarifa sofria reajuste, mas o governo definiu que ele deve ser cobrado mensalmente e não mais uma única vez ao ano, como costumava ocorrer.

A Aneel divulgará a bandeira correspondente ao mês e, a partir daí, o consumidor poderá adaptar o seu consumo, se assim desejar.

Desde fevereiro/2016, a bandeira vermelha possui dois patamares: 1 e 2. Assim, os adicionais de bandeira tarifária são:

• Bandeira verde: a tarifa não sofre nenhum acréscimo (não há cobrança adicional) • Bandeira amarela: R$ 1,00 a cada 100 kWh consumidos • Bandeira vermelha Patamar 1: R$ 3,00 a cada 100 kWh consumidos • Bandeira vermelha Patamar 2: R$ 5,00 a cada 100 kWh consumidos • Valor líquido de impostos.

Para mais informações, acesse www.aneel.gov.br


Fonte Entre Rios Jornal

11 visualizações